Encontro com famílias da Lapa fez os pais refletirem sobre seus lares

São martinho politicas encontro com famílias

Na manhã de hoje, 20 de outubro, aconteceu mais uma edição do Encontro com Famílias, na unidade Lapa. O tema da vez foi “quem é a minha família” e os pais dos nossos beneficiários foram estimulados a refletir sobre suas relações familiares e a forma como lidam com os desafios diários que enfrentam com seus filhos.

Para a assistente social do Núcleo de Atendimento Interdisciplinar (NAI), Kelly Gomes, “é fundamental o trabalho de Encontro com Famílias, pois é a forma de conseguirmos aproximar os familiares daquilo que os jovens vivenciam, trazer eles para uma realidade de que eles não passam por dificuldades sozinhos, que tem outros responsáveis que passam pelas mesmas questões, mesmas frustrações, mesmas vitórias. A gente aprende cada vez mais com os responsáveis a lidar com os filhos deles, o que eles estão sentindo necessidade, porque o menino vem com uma necessidade e o pai tem outra necessidade também”.

A primeira atividade aconteceu na quadra e foi um estímulo ao inicio dos debates. Os pais formaram um grande círculo e cada um deles falou o que a palavra “família” significava para eles. Conforme os pais iam falando, prendiam um pedaço do barbante no dedo, de forma que, no final da dinâmica, uma grande teia tinha se formado. A formação da teia aconteceu para mostrar para eles que todos estamos ligados de alguma forma e que essa ligação é muito forte dentro das famílias.

A primeira atividade do Encontro com Familias
A primeira atividade do Encontro com Familias

Logo depois, os pais foram levados para o auditório, onde assistiram a um vídeo que mostrava uma relação familiar onde uma mãe e um pai tinham problemas para educar os filhos, brigando sempre com eles. Dessa forma, as crianças se sentiam diminuídas e acabaram começando a refletir esse comportamento dos pais. No final do vídeo, um dos filhos não aguenta a pressão e foge de casa. Ao retornar, os pais conversam e mudam de atitude, o que gera uma mudança positiva nos filhos.

Depois do vídeo, os pais dos beneficiários foram estimulados pelos nossos colaboradores a refletir sobre o que tinham visto e de que forma as atitudes deles próprios se assemelhavam ou se diferenciavam das atitudes tomadas pelos pais e pelas crianças do vídeo. A atividade gerou um enorme debate sobre a maneira de lidar com determinadas situações da infância e adolescência e formas de melhorar a relação com os filhos e familiares.

A última atividade do dia levou os pais a discutirem alguns tópicos trazidos pelos profissionais do NAI, sobre a forma que conduziam a relação familiar e sobre como sentiam a resposta de suas famílias. Os pais foram divididos em grupos e puderam debater suas ideias, expondo-as em seguida para todos os presentes.

A turma se dividiu em grupos para debater os temas propostos
A turma se dividiu em grupos para debater os temas propostos
Temas que os pais debateram
Temas que os pais debateram

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.